quarta-feira, 23 de março de 2011

ORIGEM DOS CLOROPLASTOS

 


Os cloroplastos são organelas celulares que estão presentes nas
células das plantas, cianobactérias e algas. Elas têm a função de
produzir alimento (açúcar) para a célula que à contém.

Cloroplastos no citoplasma de células vegetais


Alga verde unicelular com seus cloroplastos


UM POUCO DA HISTÓRIA


Evolução dos eucariotos - Os cloroplastos surgiram depois do surgimento da célula.
Quando se formou a primeira procariota por muitas gerações todos os descendentes dessa célula inicial mantiveram-se heterotróficos, i.e., necessitavam de nutrientes já sintetizados (ou pelo meio-ambiente, ou capturando restos dispersos no meio ou ainda englobando outras células). Em um dado momento uma de suas descendentes adquiriu "dobramentos" em sua membrana plasmática. Essa aquisição foi passada de geração em geração.
Um ramo descendente dessa bactéria inicial se diferenciou na direção de tornar-se independente energeticamente do ambiente; seus  "dobramentos ou invaginações da membrana" invadiram profundamente o citoplasma da célula. E no interior desses dobramentos ligados a essas membranas surgiu uma molécula capaz de capturar a luz do Sol e, juntamente com o CO2, transformar isso em energia. Essa molécula foi a clorofila.
Surgiu assim as CIANOBACTÉRIAS. Algumas dessas células diferenciadas acabaram invadindo uma célula procariota maior. A esse processo de invasão benéfica para ambos os seres envolvidos chamamos de ENDOSSIMBIOSE.  Assim, a célula que já apresentava uma outra bactéria aeróbica invasora (que se tornou a MITOCÔNDRIA), passou a possuir também outra bactéria invasora que agora se transformou em um CLOROPLASTO.
A mitocôndria ficou encarregada da respiração celular (produção de ATP) e o cloroplasto a produção de substancias orgânicas como açúcar.
Assim, dessa maneira surge uma nova entidade no cenário daquela época uma célula que evoluía em direção a aquisição de um núcleo.
Seria o núcleo também uma bactéria invasora  com DNA que invadiu uma célula procariota transformando-a em EUCARIOTA, ou o núcleo seria decorrente dos dobramentos profundos da membrana plasmática que aprisionou o DNA que estava ligado ao mesossomo transformando-o em um verdadeiro núcleo com carioteca?


SUA ESTRUTURA

Os cloroplastos possuem nas suas delimitações duas membranas: uma
membrana externa lisa, enquanto a interna é composta por várias
dobras voltadas para o interior do cloroplasto.

Na membrana interna dos cloroplastos estão os fotossistemas com
várias moléculas de clorofila. Essa proteína tem a capacidade de capturar os fótons proveniente do Sol e usá-los como fonte de energia para unir moléculas de gás carbônico, produzindo compostos ricos em energia.



A IMPORTÂNCIA DOS CLOROPLASTOS
NA FOTOSSÍNTESE

Os cloroplastos são muito importantes na fotossíntese das plantas,
algas e cianobactérias pois eles contém clorofila. 
No processo de fotossíntese, a clorofila captura a luz do sol e transforma em
energia, e como subproduto ela libera o oxigênio para a atmosfera. Dessa maneira a atmosfera iniciou um lento processo de acumulação de oxigênio que possibilitou a evolução de outros organismos mais complexos.


Origem dos plastos 




REFERÊNCIAS:




ORGANELAS





FOTOSSÍNTESE

(o melhor site)


(TEXTO DO ALUNO KOWALCZUK REVISADO PELO POSTMASTER (PAIM))

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário